sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Hierarquias

Chamamos Hierarquia a um conjunto de consciências que transcenderam a evolução material e se integraram no serviço em seu sentido universal e cósmico. Essas consciências realizam tarefas do Plano Evolutivo e respondem à lei regente dos universos em que actuam. São interuniversais e intimamente conhecem a essência da Vida.

Os seres humanos podem contactar as Hierarquias quando despertam para padrões de conduta condizentes com a evolução espiritual. Elas formam e instruem todos os que buscam o desenvolvimento interior. Iluminam-lhe o caminho e estimulam o núcleo profundo da sua consciência segundo as possibilidades individuais. Criam condições para que antigas ligações se desfaçam, mas para isso os próprios seres humanos têm de dar permissão e deixar de gerar vínculos que agravem o obscurantismo em que se encontram.

As Hierarquias diferem-se em grau evolutivo, mas não em essência; diferem-se também quanto às vibrações que exprimem, tarefas que desempenham, leis a que obedecem. Podem manifestar-se para revelar sua existência e para trabalhar pelo bem geral. Mas há Hierarquias que nunca se manifestam e se mantêm nos níveis imateriais.

Para a humanidade aproximar-se de maneira mais consciente às Hierarquias, no princípio foi necessário personificar seus componentes, que na realidade são entidades impessoais e imateriais. Porém, decorrida essa etapa preparatória e tendo o homem ampliado sua compreensão, torna-se possível para ele estar diante das Hierarquias sem tantas personificações.

À humanidade terrestre, neste ciclo do seu desenvolvimento, cabe reconhecer a energia das Hierarquias com as quais possa entrar em contato, o que lhe faculta relacionar-se de maneira mais profunda com elas. Os grupos que hoje respondem ao chamado para tarefas evolutivas e atuam como canais para fluência de energias de centros planetários, planetas ou constelações podem começar a ser introduzidos na aura de Hierarquia e a participar de suas tarefas.

O que tem sido revelado à humanidade a respeito das Hierarquias é uma mínima parte de sua ampla existência. Conhecimentos mais abrangente sobre a vastidão da Irmandade cósmica advém com o aprofundamento de cada ser em seu mundo interno, supramental.

Nesta época, as entidades da Hierarquia crística que actuam na órbita da Terra dedicam-se ao aperfeiçoamento da alma nos seres humanos e à sua conexão com núcleos mais profundos. Fazem-se presentes onde haja receptividade aos impulsos que emitem, e regulam sua intensidade e potência ao que cada alma pode acolher. Ajudam as pessoas a perceber que a tarefa evolutiva precisa ser reconhecida, redescoberta, aprofundada, e expandida. Quando essas entidades tocam o interior de um ser, aumentam a sua aspiração à luz a ponto de levá-lo a estar sempre voltado para ela.

Alguns trabalhos dessa Hierarquia, antes ocultos, vão sendo revelados e passarão a fazer parte da vida humana terrestre. Uma meta da Hierarquia crística é semear o amor supra-humano, o amor impessoal. A irradiação desses seres compassivos ergue a consciência humana e desperta nela a fé em que a vida è conduzida do Alto.

Excertos do texto de Trigueirinho "Hierarquias"

Assim seja e assim será...

Fiquem bem

(A Mónada)

1 comentário:

Teresa disse...

Obrigada pela luz que emites por tudo o que publicas.É sem dúvida uma grande ajuda para a caminhada de quem a lê. É bom mt bom mesmo poder vir aqui buscar um pouco mais de iluminação para o discernimento que necessitamos em cada momento do nosso dia.Bem-Hajas. acrosh