sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

quinta-feira, 28 de dezembro de 2006

O Curador

Albatroz

Muitas lendas falam-nos do preço a pagar por se ter saído do Jardim do Éden, e por viajar a âmbitos superiores da consciência.

O relato de um Xamã Esquimó dá-nos a chave:

Os Espíritos do bem procuravam um Xamã para uma comunidade esquimó, para substituir o anterior, que tinha morrido.

Elegeram um adolescente preparam-no para cumprir esse papel. Levaram-no ao mundo subterrâneo e cortaram-no em inúmeros pedaços, de tal maneira que não restaram ossos em conjunto...

Leia o resto do texto e comente no Blog:

Fuzil Cósmico

Um excelente texto:

“El Pescador y la Doncella sin manos” Robert A. Johnson

Numa iniciativa conjunta os seguintes blogues possuem todos o mesmo post colocado a 28 de Dezembro:
Nave Azul
O Cálice
Postais da Novalis
Fuzil Cósmico
Difusão da Alma
Com a Palavra, o Meu Lado Infinito

(por razões técnicas só fará a sua publicação mais tarde)

sábado, 23 de dezembro de 2006

FELIZ NATAL





Feliz Natal para todos...

Até dia 28 com o post conjunto dos 6 Blog's.

Fiquem bem.

Abraço GRANDE de LUZ para todos vós.



(A Mónada)

quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

Universos Paralelos

Porque achei espectacular e muito importante... ora leiam por favor:

“BBC Horizon - Parallel Universes" é um documentário que trata da mais nova teoria da física, que uniu a teoria das super cordas com a teoria da super gravidade, a chamada "Teoria M", que tenta explicar o que veio ANTES do Big Bang. Os físicos chegaram a conclusão que, para o universo ser sustentável matematicamente, ele precisa necessariamente ter 11 dimensões. E que na verdade o big-bang não foi a explosão de uma singularidade, mas sim o choque entre duas dimensões. Conclui que nosso universo é na verdade um Multiverso, com infinitos universos.

E agora vejam o vídeo do documentário (está legendado em Português):

Atenção: Desliguem primeiro o som do BLOG e sentem-se confortavelmente pois vai demorar cerca de 45 minutos...

BBC: UNIVERSOS PARALELOS


Fiquem bem,

(A Mónada)

segunda-feira, 18 de dezembro de 2006

A base do Medo é a ausência de Amor e da LUZ

Já há muito tempo que não escrevo... Tenho escolhido alguns textos, que na maioria das vezes me vão surgindo à frente, sentindo que "batem certo" e então vou transcrevendo... Vou assim publicando post atrás de post, nestes últimos tempos.

Desta vez escrevo quase em modo automático o que me for surgindo.

Assim surgem-me as primeiras pergunta: Qual a origem do medo? Porque por vezes tenho medo de escrever aqui?

É então que me retorna o tema do Amor, sentir o Amor dentro de mim... Afinal o que é a auto-estima? Não será esse mesmo amor que nos vai invadindo a partir da vacuidade do Ser?

Reparem agora que o ter medo de escrever pode muito bem ser, o ter medo do cair no rídiculo de que estas palavras escritas nada mais representem que a minha mente. Afinal a mera ilusão do Ego. Assim sendo de nada valeriam a não ser para criar ainda mais ilusão.

Agora pergunto-me de novo: e este pensamento, tem alguma lógica? e mesmo que assim fosse qual seria o problema? Seria o de ter menos leitores?

É engraçado, mas nada disto faz qualquer sentido pois criei este BLOG simplesmente porque me dava gozo escrever e não para que outros o vissem. Porque gosto de partilhar ideias e conhecimentos nestes domínios do Ser e dele não dependo para nada.

Mas o que é certo é que durante uns tempos deixei de ser eu a escrever os meus post's.

Se este BLOG por qualquer acidente desaparecesse, nada mais aconteceria do que provavelmente recomeçar de novo, com novos post's, e provavelmente aproveitaria para apurar o design.

Hmmmm! Assim, indo cada vez mais fundo, sinto que na origem do medo está o afastamento da fonte do Amor que é a minha essência. Não sei bem qual a relação que tem, mas tenho consciência que sempre que estou "centrado" e consigo fazer o silêncio da mente, na vivência do agora, sinto-me invadido por esse Amor, mas sempre que começo a pensar... a pensar no passado e com ele a tentar vizualizar o futuro, o medo vai retornando e as sensações de incerteza e insegurança apoderam-se de mim. É muito subtil...

Já se deram conta disso? Passa-se o mesmo convosco?

Tenho também a consciência que sempre que me mantenho no estado de "coração terno" e de "gratidão" sou mais imune ao medo.

Meditando, intuo que o que afinal sustenta todos os meus medos é o afastamento dessa fonte de Luz que eu sou, desse Amor que existe em mim e que se conecta à fonte de um AMOR ainda mais Supremo.

Por isso tenho necessidade de estar sempre ligado com o meu Eu interior, esse núcleo de Amor, para que assim o possa sentir pelos outros e confiantemente colocá-lo como intenção em todos os meus afazeres diários.

Quando assim não faço, sinto que tudo me começa a correr mal e volto a sentir medo...


Um abraço de LUZ para todos.


Fiquem bem e com muito AMOR.


(A Mónada)

quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

O Portal Estelar 12:12 e o Solstício...

Canalização do Arcanjo Miguel através de Célia Fenn: (última parte)

Sagitário, a Casa Nove, que representa a Espiritualidade e a Consciência Superior é o "lar" actual do Centro Galáctico em relação à Terra. Em Dezembro, seis dos planetas passarão por Sagitário ou estarão situados nele, criando a energia dinâmica de Transformação e ondas de luz radiante, já que cada planeta atua como um prisma ou acelerador para os Códigos de Luz Cósmica evolutiva que fluem do Centro Galáctico.

O Sol estará em Sagitário até o Solstício de 22 de Dezembro, data em que entrará em Capricórnio, e Vênus permanecerá em Sagitário até 11 de Dezembro.

A Lua Cheia será em 5 de Dezembro e estará em Gêmeos, a Casa Três. Gêmeos traz o Ar, a energia mental de "Gêmeos", e nos permite integrar, reconciliar e equilibrar nossos aspectos complementares. Combinada com Vênus em Sagitário, é um momento ótimo para as Uniões entre Companheiros de Alma serem activadas ou equilibradas. A energia do Feminino Divino Solar estará particularmente potente nesses momentos. Se fizerem uma meditação de Lua Cheia, seria recomendável incluir música e dança para ajudar a fazer fluir as poderosas energias do Ar e Fogo. Em 6 de Dezembro Marte entra também em Sagitário… O Deus e a Deusa se unem na Casa Nove da Consciência Superior.

Em 8 de Dezembro o Portal Estelar 12:12 começará a se abrir, e que chegará ao seu clímax no dia 12. Nesta breve janela temporária que vai do dia 6 ao 11 de Dezembro tanto Vênus quanto Marte estarão em Sagitário, gerando equilíbrio e trazendo os novos Códigos de Luz para as relações de Consciência Superior entre Companheiros de Alma. A onda de energia 12:12 ajudará a criar uma maravilhosa união e integração, permitindo que muitos comecem a trabalhar em direção da realização das Uniões de Chamas Gêmeas no Plano Terrestre. Essa é a possibilidade que foi preparada nas Redes Cristalinas da Terra durante o Trânsito de Vênus e quando a Matriz do Paraíso foi activada.

O Portal Estelar 12:12 se fechará em 16 de Dezembro, mas virá seguido do Solstício de 22 de Dezembro. Nesse momento a Terra se encontrará num ponto de completo de equilíbrio e harmonia, situada naquele ponto de repouso e de mudança que há entre o Verão e o Inverno. Aqueles que estão envolvidos com a Consciência Cósmica e Planetária serão capazes de sentir e experienciar este momento de Alegria e Equilíbrio Total, e dentro das Uniões entre Companheiros de Alma haverá um momento de absoluto júbilo, conforme os companheiros, que representam às energias dos Divinos Masculino e Feminino, permitirem-se unir em completo equilíbrio e Amor Incondicional total.

Em 25 de Dezembro os iluminados seguidores dos passos de Cristo celebrarão o nascimento do Mestre Planetário, Yeshua Ben Josef, e de sua Chama Gêmea, Mariam, também conhecida como Maria Madalena. Que possa este dia, em que se celebra a chegada da Consciência Superior Crística ou Cristal no Planeta e a activação da energia da Chama Gêmea na Terra, ser festejado com Alegria e Amor Incondicional.

Que seja uma celebração da Divina Luz Crística dentro de cada Homem e Mulher do Planeta e uma celebração da União Superior das Divinas Energias Masculinas e Femininas Crísticas!

Paz, Graça e Amor para Todos Vocês.


Fiquem bem.

Abraço de LUZ para todos,

(A Mónada)

terça-feira, 12 de dezembro de 2006

O CORAÇÃO É A CHAVE


Canalização do Arcanjo Miguel através de Celia Fenn: (Continuação do post anterior)

Enquanto viajam pela "zona do medo", essa antiga e cristalizada barreira feita de medo e de mentiras, deverão ser autênticos Guerreiros do Coração. Permaneçam centrados no vosso Coração e não permitam que a vossa mente se volte para a ira e o medo. Nesta época do ano, quando as pessoas estão com muitos eventos e frequentemente estão nervosas e irritáveis, é muito importante que "suspendam" os vossos julgamentos mentais e emocionais e que vivam somente no amor do Coração.

Muitos de vocês foram treinados nessas habilidades este ano passado, mas agora chegou o momento de estar verdadeiramente no vosso Coração e viver a partir do vosso Coração.

Vamos lembrar em poucas palavras o que talvez possam sentir e experienciar nesta época, para depois dar algumas sugestões para que possam lidar da melhor maneira com qualquer sintoma de distorção ou perturbação eletromagnética que possa surgir.


A nível FÍSICO talvez sintam-se cansados até o ponto de exaustão, já que seus corpos energéticos estão girando sobre si mesmos mais depressa em resposta às aceleradas frequências de luz. Podem sentir "ondas" de energia fluindo através de seus braços e pernas e, em certas ocasiões, as sensações podem tornar-se inteiramente muito poderosas. Talvez se esforcem para dormir a noite para depois sentirem-se muito cansados de dia, querendo dormir. Portanto, descansem tanto quanto puderem. Tudo está Bem.

A nível EMOCIONAL talvez sintam-se como se estivessem vivendo numa montanha russa! Para cima e depois, para baixo. Talvez se sintam irritáveis e facilmente explosivos. Ou talvez se sintam nervosos ou deprimidos. Às vezes, talvez sintam um intenso nervosismo e ansiedade e tenham medo de ficar sozinhos. Talvez sintam como se fossem morrer, mas lembrem-se que estão atravessando uma zona artificial de medo criada pelo homem, feita de mentiras e ilusões, assim limitem-se a respirar e libertar. Tudo está Bem.

A nível MENTAL talvez sintam-se como se tudo estivesse se movendo muito depressa, o que lhes fará sentirem-se mentalmente esgotados e a ponto de explodir. Isto porque, na cultura ocidental, a mente é hiperativa e está super estimulada de toda a forma possível. Um aumento na frequência de luz estimulará e exacerbará ainda mais uma situação que já está fora de equilíbrio. Relaxem, respirem, deixem que as coisas fluam na sua própria velocidade e não tentem "reter" nada, jamais conseguiriam. A melhor resposta é "desacelerar" e apenas "fluir" sem resistência, apenas com aceitação. Tudo está Bem.

Ao nível do CORAÇÃO podem SENTIR tudo com muita intensidade. Celebrem. Estão se religando com o Batimento do Coração Cósmico e estão sentindo o fluxo da Energia Criativa Divina em cada uma das vossas células.

De facto, queridos Trabalhadores da Luz, quanto mais estiverem na energia do vosso Coração, mais fácil lidarão com os fluxos Galácticos de Amor e Luz. Pois a energia Celestial flui para o vosso Chacra do Coração para depois fluir pelo vosso ser físico para dentro das Redes Cristalinas da Terra, sistema conhecido como a Matriz do Paraíso.

Portanto, neste tempo de incrementada emissão de luz, deixem a energia fluir através do vosso corpo e para as Redes. Podem fazer isto através de Cerimônias Intencionais de Luz e Alegria. Utilizem este mês para celebrar: cantem, dancem, toquem música, joguem, desfrutem da vossa comida, façam sexo de maneira maravilhosa… deixem que o vosso corpo físico seja o instrumento de alegria e de risos de sua Alma. Compartilhem esse Riso e essa Alegria com os outros.

Se puderem, estejam ao ar livre, conectem-se com as Fadas, os Devas e os Espíritos da Natureza! Brinquem no Cosmos, sintam os fluxos do Amor e da Luz, libertem todo medo… Tudo está Bem e como Deveria Estar!

O Humano Galáctico é a Ponte de Luz entre as energias Cósmicas e as Grades Cristalinas do planeta Terra. A Matriz do Paraíso que foi activada em Março de 2005, sob a direção de Vênus, está sendo "iluminada" com o amor apaixonado da energia do Feminino Divino enquanto Vênus dança pelo signo do Fogo de Sagitário no seu papel como a Criativa e Transformadora Deusa Solar do Fogo!... (a continuar em próximos post's)


Abraço de LUZ.

Fiquem bem,

(A Mónada)

segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

A DANÇA DO FOGO CÓSMICO


Canalização do Arcanjo Miguel através de Celia Fenn:


"Queridos Trabalhadores da Luz, no mês de Dezembro haverá um aumento significativo da intensidade do fluxo de Luz e Amor provenientes do Centro Galáctico, assim como uma activação da mudança e da evolução por todo o Cosmos. Os Novos Códigos de Luz serão transmitidos às Redes do Paraíso para activar o próximo ciclo evolutivo do Planeta Terra. A energia do Feminino Divino, em sua forma Solar, energizará e activará estas mudanças no vosso planeta.

Queridos Trabalhadores da Luz, podem esperar um aumento da radiação e da luminescência que emanam a partir do vosso Sol, à medida que a Terra prossegue a sua viagem em espiral para um novo ciclo, Por sua vez, isto acelerará a consciência no planeta até uma Oitava Superior. Podemos dizer, queridos, que estamos esperando uma mudança significativa na Consciência Colectiva neste período, começando com o Portal Estelar 12:12 de 12 de Dezembro e prosseguindo com o Solstício de 22 de Dezembro.

De que consistirá esta mudança?


Bem, falámos para vocês do Despertar Quântico e da mudança para novos modos de percepção, por isso diremos que muitos de vocês alcançarão um nível de consciência em que começarão a "ver" as Dimensões Superiores no periodo em que estiverem acordados. Entenderão a natureza da realidade quântica e caminharão pelo Tempo do Sonho seguros e confiantes.

E quando estiverem realizando esta mudança começarão a compreender como criam a sua própria realidade a partir de dentro. E começarão a se perceber como "Humanos Galácticos". Porque o vosso Corpo de Luz Galáctico estará completamente conectado e estarão conscientes da presença dos Seres Celestiais que trabalharão com vocês. Estes Seres sempre estiveram aí, esperando pacientemente que estivessem preparados para vê-los e trabalhar com eles. Porque, meus queridos, só irão "vê-los" com os vossos Corações. A vossa mente não aceitará as suas presenças, já que a Consciência Coletiva por enquanto se negou a permitir que existam em seu quadro mental de realidade. Mas agora que entram numa realidade baseada no coração, verão com os olhos do Amor e sentirão e receberão esse Amor que sempre esteve ali. Será uma Reunião Jubilosa em que começarão a fundirem-se com as vossas Famílias Galácticas.

Mas podemos dizer que este será um processo turbulento. Vocês são pioneiros que estão derrubando as barreiras conscientes do medo e da ilusão, que têm milhares de anos, para ser os primeiros a dar as boas-vindas às suas Famílias Celestiais. À medida que os vossos Corpos de Luz Galácticos estiverem infundidos com a energia radiante vinda do Centro Galáctico através de Sirius e do Sol, experimentarão uma rápida aceleração para a Consciência Galáctica.


Atravessarão essa "zona de medo" da Consciência Coletiva, essa barreira de medo feita pelo homem que foi criada para mantê-los sozinhos, separados e desconectados da vossa herança e origens Galácticas e Celestiais. À medida que se reconectam, terão que ser destemidos e corajosos, aceitando o vosso direito de nascimento Cósmico com Alegria. Enquanto ultrapassam essa "zona de medo", ela começará a se dissipar e se decompor, deixando que muitos outros mais despertem para as suas origens Celestiais como verdadeiras "Crianças das Estrelas". Porque, da mesma forma que todos os Humanos são “Anjos Humanos", todos os humanos são “Crianças das Estrelas" e têm as suas origens nas Famílias Estelares do Cosmos.

À medida que a luz aumenta e as velhas barreiras do medo se dissolvem, uma vez mais estarão preparados para unirem-se às suas Famílias Cósmicas. A Família Humana, das quais vocês são seus primeiros representantes, se expandirá em Paz e Amor, para se conectar com as suas relações Pacíficas e Amorosas no Cosmos"... (a continuar em próximos post's)


Abraço de LUZ para todos.


Fiquem bem.


(A Mónada)

quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Hoje vou tentar espantar-vos de novo com algumas citações que encontrei na web quase todas relacionadas com algo de comum entre si, tidas como proferidas por ilustres homens contemporâneos das Ciências...

Ora leiam:


"O mecanicismo, com todas as suas implicações, retirou-se do esquema da ciência. O Universo mecânico, no qual os objectos se empurram, como jogadores numa partida de futebol, revelou-se tão ilusório quanto o antigo universo animista, no qual deuses e deusas empurravam os objectos à sua volta para satisfazer seus caprichos e extravagâncias".
Sir James Jeans

"É a mente que vemos reflectida na matéria. A Ciência da Física é uma metáfora com a qual o cientista, como o poeta, cria e amplia significado e valor na busca por entendimento e propósito... O que torna a ciência útil para nós e que nos faz apreciá-la é a previsibilidade, objectividade, consistência e a generalidade, mas não existe de facto em alguma realidade externa, independente da consciência.

É parte de nossa experiência e interpretação do mundo. Vejo a obra monumental de Newton como uma… criação mental, um sistema de mundo concebido humanamente, incorporando consistência e ordem causal, que satisfaz a mente humana e a ajuda a aplacar o medo de um universo caótico. Seu trabalho é tanto uma obra de arte como uma obra de ciência. Protestar que a concepção de Newton é validada por inúmeras observações do universo físico não é argumento, pois minha ideia é que a concepção ou teoria e as quantidades são criadas paralelamente para a corroboração mútua (não necessariamente sem conflito e não necessariamente consciente). Além disso, as próprias quantidades se baseiam em uma definição e procedimentos de medida, que são fundamentalmente subjectivos".
Roger Jones

"No conceito moderno da física (...) não existe a possibilidade de uma existência desligada, autónoma".
Alfred North Whitehead

"O homem moderno tem utilizado a relação de causa e efeito do mesmo modo como o homem da antiguidade usava os deuses, isto é, para ordenar o universo. Isto não ocorria apenas porque se tratava do sistema mais verdadeiro, mas porque era o mais conveniente".
Henri Poincaré

"O homem dispõe a si mesmo e constrói essa disposição com o mundo".
Sir Arthur Eddington

"A razão pela qual o nosso ser pensante, perceptivo e consciente não se encontra em nenhum lugar, na imagem que temos do mundo, pode ser facilmente explicada em sete palavras: ele PRÓPRIO é a imagem do mundo. Ele é idêntico ao todo e, portanto, não pode estar contido nele".
Erwin Schröndiger

"O ser humano vivência a si mesmo, seus pensamentos, como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de óptica de sua consciência. E essa ilusão é um tipo de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afecto apenas pelas pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá atingir completamente este objectivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa libertação e o alicerce de nossa segurança interior".
Albert Einstein


Perante isto que pensar e que dizer sobre:
- O que nós somos?
- O que é para nós real ou irreal?
- O que é a Ciência afinal? Espantoso! Não é?



Fiquem bem.

(A Mónada)

segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

A Sabedoria que já Vive em nós

Nenhum destes pontos é uma aspiração espiritual; são factos da vida quotidiana, ao nível das suas células.

1- Objectivo mais elevado: Cada célula do seu corpo aceita trabalhar para o bem-estar do todo; o seu bem-estar individual surge em segundo lugar. Se necessário, morre para proteger o corpo, e muitas vezes assim é - o tempo de vida de qualquer célula é uma fracção do nosso próprio tempo de vida. As células da pele morrem aos milhares, a cada hora, o mesmo acontecendo com as células imunitárias que combatem os micróbios invasores. O egoísmo não constitui uma opção, mesmo que se trate da própria sobrevivência de uma célula.


2- Comunhão: Uma célula mantém-se em contacto com to­das as outras células. As moléculas mensageiras acorrem a toda a parte para comunicar aos recantos mais afastados do corpo qualquer desejo ou intenção, por mais ténue que seja. Retrair-se e recusar-se a comunicar não constituem opções.


3- Consciência: As células adaptam-se, momento a momento. Mantém-se flexíveis para poderem responder a situações imediatas. Ficar preso a hábitos rígidos não constitui uma opção.

4- Aceitação: As células reconhecem-se umas as outras como igualmente importantes. Cada função do corpo esta interdependente de todas as outras.
Desempenhá-la sozinho não constitui opção.


5- Criatividade: Embora cada célula tenha um conjunto de funções únicas (as células do fígado, por exemplo, podem desempenha­r cinquenta tarefas diferentes), estas conjugam-se de formas criativas. Uma pessoa pode digerir alimentos que nunca comeu antes, ter pensamentos que nunca lhe ocorreram, dançar de uma forma que nunca antes se viu. Agarrar-se a um velho comportamento não constitui opção.

6- Ser: As células obedecem ao ciclo universal de repouso e acti­vidade. Embora este ciclo se expresse de muitas formas, como as flutuações dos níveis hormonais, da pressão arterial e dos ritmos digestivos, a expressão mais óbvia é o sono. Por que razão pre­cisamos de dormir continua a ser um mistério para a medicina e, no entanto, surge a disfunção total se não gozarmos dos seus benefícios. No silêncio da inactividade, o futuro do corpo está em incubação.
Ser obsessivamente activo ou agressivo não constitui uma opção.


7- Eficiência: As células funcionam com o mínimo gasto possível de energia. Por norma, uma célula armazena apenas três se­gundos de alimento e oxigénio dentro da sua membrana celular. Confia plenamente em que tomarão conta dela.
Um consumo excessivo de alimentos, ar ou agua não constitui uma opção.

8- Ligação: Devido à sua herança genética comum, as células sabem que são fundamentalmente iguais. O facto de as células do fígado serem diferentes das do coração, e de as células mus­culares serem diferentes das cerebrais, não nega a sua identidade comum e esta e imutável. Em laborat6rio, uma célula muscular pode ser transformada geneticamente numa célula cardíaca recorrendo à sua fonte comum. As células saudáveis permanecem ligadas à sua fonte independentemente do número de vezes que se dividam. Para elas, ser um proscrito não constitui uma opção.

9- Dar: A actividade primária das células é dar, o que mantém a integridade de todas as outras células. Um empenhamento total em dar torna automático o receber - e a outra metade do ciclo natural. O açambarcamento não constitui uma opção.

10- Imortalidade: As células reproduzem-se para transmitirem os seus conhecimentos, experiência e talentos, não escondendo nada dos seus descendentes. É um tipo de imortalidade prática, submetendo-se à morte, no plano físico, mas derrotando-a, no plano não físico. O fosso entre as gerações não constitui uma opção.

Quando olho para tudo o que as minhas células aceitaram, será que não se trata de um pacto espiritual, em todos os sentidos da expressão? A primeira qualidade, procurar um objectivo mais elevado, é a mesma que as qualidades espirituais de renúncia e altruísmo.

Dar é o mesmo que devolver a Deus o que é de Deus. Imortalidade é o mesmo que a crença na vida depois da morte.


Todavia, os rótulos adoptados pela mente não constituem uma preocupação do meu corpo.

Para o meu corpo, estas qualidades são pura e simplesmente o modo como funciona a vida. São o resultado da expressão da inteligência cósmica, ao longo de biliões de anos, como biologia. O mistério da vida foi paciente e cuidadoso no processo de permitir que emergisse todo o seu potencial. Mesmo agora, o acordo tácito que mantém o meu corpo coeso produz a sensação de um segredo porque, segundo todas as aparências, esse acordo não existe.


Mais de duzentos e cinquenta tipos de células desempenham as suas funções diárias: as cinquenta funções que uma célula hepática desempenha são totalmente únicas, não se sobrepondo às funções das células musculares, renais, cardíacas ou cerebrais - todavia, seria ca­tastrófico se uma só dessas funções tivesse comprometida.


O mistério da vida encontrou uma forma de se expressar perfeita­mente através de mim.

Reveja uma vez mais a lista das qualidades e preste atenção a tudo o que é referido como "não constituindo uma opção": egoísmo, recusa em comunicar, viver como um proscrito, con­sumo excessivo, actividade obsessiva e agressão.


Se as nossas células não se comportam desta forma, porque o fazemos?


Porque é que a ganância é boa para nós e, no entanto, significa a destruição, ao nível das nossas células, onde a ganância é o erro cometido pelas células cancerosas? Porque permitimos que o consumo excessivo conduza a uma obesidade epidérmica, quando as nossas células medem ao nível da molécula o combustível que consumimos?

Como pessoas, ainda não renunciámos ao comportamento que mataria os nossos corpos num dia. Estamos a trair a nossa sabedoria corporal e, o que é pior, estamos a ignorar o modelo de uma vida perfeita que existe dentro de nós.”

In O livro dos Segredos, Deepak Chopra, 2005


Pensem como seria se fossemos assim na sociedade, nas nossas organizações e até na nossa família...


Fiquem bem.


(A Mónada)