quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Hoje vou tentar espantar-vos de novo com algumas citações que encontrei na web quase todas relacionadas com algo de comum entre si, tidas como proferidas por ilustres homens contemporâneos das Ciências...

Ora leiam:


"O mecanicismo, com todas as suas implicações, retirou-se do esquema da ciência. O Universo mecânico, no qual os objectos se empurram, como jogadores numa partida de futebol, revelou-se tão ilusório quanto o antigo universo animista, no qual deuses e deusas empurravam os objectos à sua volta para satisfazer seus caprichos e extravagâncias".
Sir James Jeans

"É a mente que vemos reflectida na matéria. A Ciência da Física é uma metáfora com a qual o cientista, como o poeta, cria e amplia significado e valor na busca por entendimento e propósito... O que torna a ciência útil para nós e que nos faz apreciá-la é a previsibilidade, objectividade, consistência e a generalidade, mas não existe de facto em alguma realidade externa, independente da consciência.

É parte de nossa experiência e interpretação do mundo. Vejo a obra monumental de Newton como uma… criação mental, um sistema de mundo concebido humanamente, incorporando consistência e ordem causal, que satisfaz a mente humana e a ajuda a aplacar o medo de um universo caótico. Seu trabalho é tanto uma obra de arte como uma obra de ciência. Protestar que a concepção de Newton é validada por inúmeras observações do universo físico não é argumento, pois minha ideia é que a concepção ou teoria e as quantidades são criadas paralelamente para a corroboração mútua (não necessariamente sem conflito e não necessariamente consciente). Além disso, as próprias quantidades se baseiam em uma definição e procedimentos de medida, que são fundamentalmente subjectivos".
Roger Jones

"No conceito moderno da física (...) não existe a possibilidade de uma existência desligada, autónoma".
Alfred North Whitehead

"O homem moderno tem utilizado a relação de causa e efeito do mesmo modo como o homem da antiguidade usava os deuses, isto é, para ordenar o universo. Isto não ocorria apenas porque se tratava do sistema mais verdadeiro, mas porque era o mais conveniente".
Henri Poincaré

"O homem dispõe a si mesmo e constrói essa disposição com o mundo".
Sir Arthur Eddington

"A razão pela qual o nosso ser pensante, perceptivo e consciente não se encontra em nenhum lugar, na imagem que temos do mundo, pode ser facilmente explicada em sete palavras: ele PRÓPRIO é a imagem do mundo. Ele é idêntico ao todo e, portanto, não pode estar contido nele".
Erwin Schröndiger

"O ser humano vivência a si mesmo, seus pensamentos, como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de óptica de sua consciência. E essa ilusão é um tipo de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afecto apenas pelas pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá atingir completamente este objectivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa libertação e o alicerce de nossa segurança interior".
Albert Einstein


Perante isto que pensar e que dizer sobre:
- O que nós somos?
- O que é para nós real ou irreal?
- O que é a Ciência afinal? Espantoso! Não é?



Fiquem bem.

(A Mónada)

1 comentário:

O cálice disse...

Agradeço-te teres feito esta compilação.
São mensagens de quem sabe - e o diz naturalmente - como qualquer um de nós dirá quando souber.