quinta-feira, 21 de julho de 2011

O que fazemos com a nossa Mente?


"Pode acontecer que vos sintais perseguidos por imagens que vos oprimem, que vos perturbam… Não vos deixeis invadir, afastai-vos e substituí-as por imagens que vos devolvem a alegria, a coragem e a esperança. Para compreenderdes a importância das imagens, deveis compenetrar-vos bem de que elas possuem uma vida, possuem poderes, e, portanto, algumas atraem raios e outras fazem descer sobre vós todas as bênçãos do Céu.
Cada um de vós deve procurar formar em si mesmo imagens que o arrancam à escuridão e aos pesos terrestres; e, quando não o conseguis, recorrei à contemplação de quadros, de imagens pintadas. As imagens santas nos templos e nas igrejas têm precisamente a função de ajudar os crentes a criar neles um estado graças ao qual se tornarão receptores e também emissores das energias divinas."
Este é mais um texto de Omraam Mikhaël Aïvanhov

Que nos ensina mais uma vez a importância dos nossos pensamentos na vibração que emanamos e nas energias que atraímos para as nossas vidas.
Estamos num tempo em que aos poucos começamos a tomar consciência da importância que estas mesmas vibrações, associadas a cada pensamento, têm na nossa existência presente e futura. Um pensamento é uma entidade própria cuja energia permanece para além da sua existência processada pelo nosso no nosso cérebro.

 
Talvez isto que te custe a aceitar pois não consegues ver a relação entre um pensamento e a sua energia vibracional. De um ponto de vista fisiológico o processamento físico associados a um pensamento corresponde à transmissão entre células nervosas de neuro transmissores que são substâncias que transportam cargas eléctricas por se encontrarem ionizadas, provocando por isso alteração dos fluxos electromagnéticos de efeito de campo, ou seja comportam-se como antenas transmissoras. Por outro lado quando passivos, os mesmo neurónios servem com antenas receptoras.

 
Obviamente que estamos a falar de energias de mto baixa potência na casa dos nano (10-9)W e que por isso se tornam subtis pois não existe tecnologia suficientemente avançada para as captar, descodificar, interpretar e amplificar. Agora eles existem e podem ser captados pelos aparelhos que realizam os encefalogramas, por exemplo. Também podem ser transmitidas a outros pontos do nosso corpo e interpretadas. (é a base do funcionamento dos polígrafos detectores de mentiras)

 
Por isso, cada pensamento é uma entidade com uma determinada vibração que pode perdurar no ar… tal como os programas de tv ou as comunicações que realizas através do telemóvel… e que pode depois ser captado por outra pessoa, de forma intuitiva.

 
O que é estranho… ou talvez não… é a falta de consciência generalizada da importância de mantermos a nossa mente saudavelmente limpa, com pensamentos positivos que permitam que todo o nosso corpo possa ser “banhado” por emoções de amor, de alegria e de paz.

 
Quando tu tomares efectiva consciência disto e da sua importância para a tua saúde, para a tua felicidade, para a felicidade de todos aqueles que mais amas, então sim… vais querer mudar. Se ainda te aperceberes que tu tal como toda a gente deste planeta contribui para o inconsciente colectivo de toda a Humanidade. Então vais perceber que de um ponto de vista vibracional és uma enorme fonte de poluição terrestre se não cuidares da tua mente.

 
Ao manter os teus pensamentos na LUZ tu não só te transformas, transformas a tua realidade e tornas-te num imenso farol de Luz para todos os que andam perdidos e à deriva e contribuis para a elevação vibracional de toda a Humanidade e para a Ascensão Planetária.

 
Ao manteres os teus pensamentos na LUZ, tal tem impacto nas tuas múltiplas dimensões incluindo as intemporais.

 
Pensa nisto por uns momentos…

 
Fica bem.
 
(A Mónada)

2 comentários:

vitória disse...

Obrigada :)

A Mónada disse...

Olá Vitória...

Nada tens que agradecer... volta sempre que quiseres viajar na nossa NAVE.

Fica bem