terça-feira, 30 de junho de 2009

O Observador…


Expressar emoções é uma forma de co-criação que depende das nossas formas de pensamento. Estar de bom humor ou de mau humor depende por isso do que pensamos a vários níveis do nosso corpo mental.

No entanto, o mau humor depende em grande medida do balanceamento que a mente faz entre o passado e o futuro. Por isso quanto mais ela oscilar entre estas duas referências temporais mais denso e mais de mau humor se fica. Reparem que quanto mais a mente se posiciona no futuro, devido fundamentalmente ao corpo de dor que todos temos, mais medo sentimos. Porém quanto mais no passado ela fica, mais culpa sentimos.

Observem a vossa mente e a forma como ela oscila e saberão o tipo de sentimento mais denso que irá predominar.

O verdadeiro segredo está em lembrarem-se que o Ser que pensa pode não se identificar com o pensamento e por isso detém o poder de o observar também e ao fazê-lo retorna ao seu centro, ao seu momento presente.

Nesse lugar onde somos o observador que não critica, não julga e não objecta, estamos em contacto com a nossa essência e por isso o nosso bom humor e a nossa paz e serenidade retornam.

O exercício do silêncio da mente é algo que se pode praticar todos os dias e devolve-nos a alegria e o bem-estar. Mas só por si não chega pois não temos consciência do que acontece no nosso subconsciente e inconsciente e por isso não sabemos de facto se esse silêncio é total ou meramente superficial. A única forma de o confirmar é sentir as nossas emoções deixá-las fluir.

Não te esqueças que também não resolve obrigar a mente a ter só pensamentos positivos pois isso não passa de uma fina camada de formas de pensamento, escondendo outras muito mais densas.

Pois é… torna-se complicado gerir as nossas emoções e os nossos pensamentos mas acredita que é possível, na medida em que foques a tua atenção no momento presente.



Observa os teus pensamentos… garanto-te que por vezes é divertido pois o nosso ego, não gosta de ser observado e esconde-se. Mesmo assim continua a observá-lo e vezes sem conta vais espantar-te com as manhas que o ego utiliza para conseguir captar a tua atenção e tirar-te do teu centro, do teu agora. Repara que o ego é o teu auto-conceito baseado no que tu pensas ser mas não és. Por isso ele é construído de formas de pensamento predominantes.

É este um dos segredos para nos mantermos centrados…

Fazer uma espécie de jogo de atenção sobre os nossos pensamentos e ganhar consciência do que sentimos predominantemente.
 
Depois mantendo-nos assim centrados é deixar que a nossa essência vá modificando o nosso sentir… e amando vamos limpado as diversos camadas da nossa mente. Não te digo que é fácil e rápido… é sobretudo um trabalho de grande disciplina e paciência.


Mas é por Amor que o tens de o ir fazendo… Por amor a ti… e aos outros.

Não se trata de um Amor egocêntrico ou egoísta porque tu sabes que intensificando a tua LUZ outros irmãos iluminarás.

Por isso observa-te… e com esse olhar Divino deixa fluir o AMOR que há em ti.
Fica bem.

(A Mónada)

2 comentários:

Anónimo disse...

Bem-hajas p/ texto que deixaste,aki.
Concordo,inteiramente,com o seu conteúdo.
Estou a tentar que a m/ essência modifique o m/ sentir...e k o Amor vá limpando a m/ mente.Hj,senti-me mt feliz,pk pensando ter "regredido",espiritual/,nos últimos tps,ps vivências desusadas,alguém m/ disse k eu tinha chegado ,â sala,c/ gd luminosidade,akela k eu pensava ter perdido e k tão bem tem feito aos k m/ rodeiam e a mim pp.K bom!Kero ser melhor,em cd dia.Procuro Amar,incondicional/,mas falta-me o outro AMOR,akele só entre mim e outro ser.Eu amo.Será k sou amada?
maria

A Mónada disse...

Maria,

Ainda bem que me colocas esta pergunta, pois muita gente acha que amar um outro Ser é diferente do sentir do AMOR.

Não é... Só amas verdadeiramente e incondicionalmente outra pessoa se tiveres a capacidade de sentires o amor e a auto-estima que existe em ti.

Como pode sentir-te amada se não sentes o Amor? Como podes amar se não sabes o que é o Amar?

Já viste bem?!?!?!?

Pois é... Só podes verdadeiramente sentires o Amor qdo o sentires em ti e por ti. Pelo ser lindo e Divino que és... Acredita que o és e ama-te até ficares ébria de tanto amares... Nesta co-criação vais criando tanto amor à tua volta que te vai sentir amada e mto querida.

Agora se nesse sentir haver a necessidade de estar fisicamente com o outro. Não oprimas esse sentir... Nós todos somos seres diferenciados fisicamente sobre o aspecto sexual. E ainda bem que assim é para pelo menos podermos experienciar esse terno e gostoso amor partilhado a dois.

Esse é o caminho para aprenderes o caminho do sentires do AMOR maior. Mas não percas tempo à procura de alguém mto especial...

Esse alguém vai ser atraído pelo teu sentir do teu AMOR... e é aí que está o verdadeiro segredo...

Não te esqueças que energias do mesmo tipo atraiem-se ... se Amas então vais atrair para ti mais Amor.

Que bom não é?

Vai Maria, segue nesse teu caminho e encontrarás o que desejas...

Fica bem.