segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

As Leis do Universo e o que Teimais em ignorar...



Olá meus queridos Mestres,

Como sabem, no Universo existe um conjunto de Leis que ordenam o Amor em todos os elos de ligação, de todas as entidades que nele existem. Esses elos têm de obedecer a Leis físicas, algumas delas já por vós conhecidas, mas outras que entendeis teimosamente ignorar.

Toda a vida tem um ciclo, excepto as Vidas das Consciências. Essas são eternas a partir do momento em que foram criadas e passaram a existir no Universo. A própria existência do Universo é algo que até agora vocês observam como uma espécie de uma caixa fechada, mas ela não é. Ela é mais como uma espécie de um plano infinito, com múltiplas dimensões (em vez de apenas duas), que interage com outros planos como sendo igualmente Universos como este. É no choque entre estes planos que se gera a matéria em ambos os Universos que colidem.

Assim as Consciências são de facto multiverso, que quer dizer que coexistem em Universos Paralelos, tal como os vossos atuais cientistas já começam a prever, com a base na teoria das cordas ou na das membranas de energia que tentam explicar o que tudo é.

Mas o Ser Humano está ainda muito iludido, adormecido pelas suas rotinas quotidianas. Entende que deve continuar a viver na dualidade, na pequenez e mesquinhez das suas rotinas, de preferência cuidando ciosamente de seus bens, sejam eles de carácter material ou até mesmo ditos de carácter espiritual. Vejam como por exemplo as igrejas de quase todas as religiões continuam facciosamente a agarrar nos seus velhos dogmas, ignorando pura e simplesmente tudo o que o Ser Humano vai conhecendo e descobrindo através de todas as canalizações e de efeitos gnósticos, mesmo até relegando a Ciência para uma mera amálgama de doutrinas e teorias de doidos. É esta a Matriz de controlo que não vos permite ainda alinhar a vossa energia pelas Leis do Universo.

A primeira, a base de todas, é que: Toda a Vida materializada obedece a um ciclo, normalmente idêntico a todos os ciclos: com um período de início ou nascimento, seguido por outro de crescimento, para depois atingir a maturidade e o declínio que dará lugar à não existência e a um novo renascimento. Vós que estais habituados à Roda de Sansara pois já foram algumas centenas de vezes que reencarnaram, continuam a não dar entendimento a esta mesma Roda, tal como ela é, continuando por isso a apostar nas emoções do medo e da ignorância sobre estes mesmos ciclos da Vida Eterna.

Um outro exemplo é a Lei do Menor Esforço. No Universo, tudo acontece de acordo com a menor resistência e o menor dispêndio de energia. Assim deveria ser a vossa vida, simples mas eficaz, dirigindo-vos sempre para aquilo que a vossa energia atrai.

Aqui entra em acção a Lei da Atração, da qual já conhecem parte, mas teimam em deixar-se iludir, pelo simples facto de acharem que basta desejar para que as coisas se concretizem. Chama-se a isto a ilusão do Ego. Não se dão conta que a energia é imanada fundamentalmente pela vossa Alma e é essa Alma, é que é a inteligência suprema de tudo o que vos acontece e acontece ao vosso corpo, dentro da vossa vida mortal.

Continuam por isso a ignorar a vossa Essência Divina, que mesmo que estando condicionada por um descenso energético, para que não possa fazer explodir os vossos próprios corpos, Ela não deixa de estar ligada a Deus, à Fonte que Tudo É, a essa Sabedoria Suprema, a quem poderão e podem sempre recorrer, quando que precisarem. 

É aqui que a ignorância e o esquecimento são ainda maiores, pois para além de não saberem de como o fazer, esqueceram-se e mantêm a teimosia de querer esquecer, de quem verdadeiramente sois filhos, de quem verdadeiramente está no vosso peito, no vosso coração.

Tendes todo um corpo à vossa volta para vos chamar à atenção de todos os aspectos que se relacionam com todas as vivências que a vossa Alma pretende viver, que pretende experienciar e mais uma vez ignoram e desrespeitam todos os sinais que ele vos vai dando. 

Até mesmo quando estais gravemente doentes teimais em manter-vos nas mesmas posições, teimais em voltar a fazer as mesmas coisas e em manter os mesmos padrões de pensamento, em manter o mesmo tipo de emoções e sentimentos. Quando o vosso corpo vos chama e vos quer evidenciar a mudança que têm de operar, para que ele mesmo possa também redimir-se, para tentar recuperar a sua boa saúde. Mas a vossa ignorância vai ao ponto de assumirem em várias encarnações a mesma doença, teimando nos mesmo padrões, teimando nos mesmos comportamentos e teimando nas mesmas atitudes.

Olhando aqui de Cima, olhando do ponto de vista de Deus, parece quase impossível e anedótico, como é que vós não transcendais essa existência pequenina e mesquinha em que teimam continuar a viver.

Estas palavras parecem-vos quase um sermão irreal. Fala-vos de algo que vos parece estar lá tão longe que até têm dificuldade em compreender.

Mas meus queridos só precisam verdadeiramente de fazer uma única coisa: de ver e olhar para dentro de vós, entrar no vosso micro-cosmos cujas Leis do Universo se encontram lá replicadas, e aí encontrarão tudo o que precisam de saber sobre vós, sobre o Universo e sobre Deus. E quando entrarem neste conhecimento entrarão também no Reino do Pai; entrarão no Campo de Energia Universal de Deus todo Poderoso, na Fonte que tudo É; e aí sim encontrareis a alegria, a Paz, o Amor, a felicidade, a realização da Fé, enfim, tudo quanto penosamente buscais.

Este é um apelo que neste período vos fazemos, para se libertarem definitivamente de toda a vossa ignorância, medos, densidade, comportamentos errados, formas de agir antiquadas. Tudo quanto possa “cheirar a bafio” dentro de vós. Dai uma grande varredela sobretudo nos vosso medos, nas vossas angústias, nos vossos pesares, nas vossas culpas, nas vossas dores... em tudo quanto já não precisais, para que possam ver a LUZ, para poderem AMAR, para poderem ser  verdadeiros Filhos de Deus, na forma como foram criados à Sua Imagem e Semelhança.

Experimentem por isso viver alinhados com as Leis do Universo. Experimentem viver em plenitude do AMOR do PAI, neste momento em que o renascimento de Seu Divino Filho Muito Amado é celebrado por uma boa parte da Humanidade.

Vivam e sintam esta mensagem que vos dirigi dentro de Vós! Somente dentro de Vós e apenas dentro de Vós!

Até uma próxima vez!


Mensagem de Kryon canalizada pel’ (A Mónada) hoje.                   

1 comentário:

Luz13 disse...

Gostei do Blog, sugiro que vejam e reflitam: Aline da Cidade das Pirâmides. http://www.youtube.com/watch?v=TIz7I6ANotY&feature=relmfu
“Despertar sua consciência o torna pensante, lúcido, um DEUS em ação”. Abraços.