segunda-feira, 11 de setembro de 2006

O Poder da Entrega


Será fatalidade, destino ou apenas acontecimentos que nós próprios escolhemos vivenciar nesta vida?

Muitas pessoas perguntam na adversidade.... Porquê eu? Porquê logo a mim? O que fiz eu para merecer isto?

Descobri entretanto o seguinte pensamento:

Quando a gente pensa que sabe todas as respostas. Vem a vida e muda todas as perguntas.... de Márcia de Moraes Santos

E fez-me sentir o seguinte:

Todos nós temos momentos difíceis e se calhar a melhor maneira de os passar é aceitar e encarar esses mesmos acontecimentos como parte integrante da nossa Vida. Aproveitar cada momento para sentir, vivenciar e aprender com isso. Ganhar consciência de quem nós somos e o que fazemos aqui é uma forma de co-criação.

Aceitar, dando sempre o nosso melhor, fazer o que em cada momento se escolher e o que for o mais sensato, é quanto basta. Depois é deixar fluir a vida e observar... É no observar que se começa a ver as novas oportunidades a aparecer. Na mera simplicidade de uma visão sem julgamentos, sem críticas e objecções.

É essa a beleza da visão das crianças... por isso elas brincam e a brincar elas aprendem a viver antes de todos os condicionalismos que lhes virão a ser introduzidas até chegarem à idade adulta.

A aceitação das diversas situações que nos vão surgindo e relativamente às quais vamos dando o nosso melhor, faz com que as energias do Universo se combinem para nos ajudar. Isto significa ter muita fé no nosso EU interior e ao deixarmo-nos ser conduzidos por ele, fazemos uma ENTREGA sublime.

O caminho e as escolhas são de cada um. Aceitar as coisas boas e a adversidade é a nossa aprendizagem. A nossa criação é vivenciar tudo isto com muito AMOR.

Fiquem bem.

(A Mónada)

PS- Não se esqueçam dos seguintes avisos:


Meditação de OSHO – A caminho de Ser Livre de 15 a 19 de Setembro. Para quem estiver interessado por favor contactem: Ana Pacheco - 963 354 496 ou por e-mail: ana.c.pacheco@netcabo.pt


A Carla tem um bilhete para o Serão com o Deepak Chopra para o próximo dia 19 de Setembro que poderá disponibilizar. Contactem para: carla.ferreira@novabase.pt

2 comentários:

Anónimo disse...

Acredito plenamente no poder dessa entrega... mas, acredito também plenamente, que podemos tornar essa adversidade mais leve ou mais penosa, consoante a forma como nos entregamos.

Mas,
acredito também, plenamente, nessa entrega, quando, ao contrário da adversidade, é a vez do prazer, da felicidade. Acredito que, também aí, há que saber fazer essa entrega sublime, aceitando e vivenciando plenamente as diversas situações que vão surgindo.

Sobre a capacidade das pessoas para viver plenamente a adversidade, não tenho dúvidas, pois que as pessoas patenteiam e exibem constantemente esse vivenciar.

E a felicidade? Sabem as pessoas, também, vivenciá-la assim com essa plenitude? ou nem se dão conta do presente de que usufruem, deixando-o passar ao lado?

Op's.... desculpa.... o blog é teu, e, estou quase a usá-lo como se fosse para me exprimir a mim.

rosario

A Mónada disse...

Excelente!!! Gostei muito do teu comentário.

Só uma pequena emenda o Blog não é meu... é de todos os que quiserem partilhar o seu conhecimento e as suas vivências espirituais.

Tal como é referido enviando-me por mail também poderás colocar os teu post aqui.

Ok?

Fica bem