sábado, 17 de março de 2007

Não foi por acaso que vocês foram à palestra do Rodrigo na terça dia 13/3...


Não foi por acaso que vocês foram à palestra do Rodrigo. Vocês foram chamados. Uns responderam e apareceram, outros não. Uns por uma razão, outros por outra, todos tinham a ver com se ia dizer e passar.

Não foi fácil para a maior parte de vocês ouvirem o que foi dito, em muitos o ego partiu para o julgamento, o que vocês permitiram, em busca de consolo e protecção.
Quem disse que as palestras servem só para dar informações actualizadas, ou para vos apagar as personalidades.

Depois de tantas canalizações que vêm recebendo, de tantas orientações, tantas ferramentas, não sentem que já têm o suficiente para se trabalharem. Desde o início que vos vimos dizendo que o importante é tentar, que só precisam de fazer isso no vosso dia-a-dia. Tentar, tentar, nada mais. Nós faremos o resto. Que necessitam mais para o fazer?

É o momento de acção vossa que ansiosamente esperamos aqui para vos podermos ajudar, e ajudar todos os que vos rodeiam.

A prova de que ainda não o fizeram é que muitos de vocês fecharam os vossos corações aos que estavam a ouvir, ainda incrédulos, permitiram que os vossos egos os distanciasse ainda mais do permanente trabalho que naquele momento estava a ser feito em vós, o alertar das vossas consciências para o vosso estado actual.

Lamentamos que não tenham escutado o que gostariam de ouvir mas, é o fruto do vosso estado ainda por trabalhar. O vosso ego continua ainda a dominar-vos. O vosso trabalho é reconhecê-lo e amorosamente integrá-lo e, não permitirem-se serem dominados por ele.

Ainda em relação aqueles que por medo ou inseguranças não se iniciaram a aplicar as suas energias, limitando-se a acumular cursos, palestras, iniciações, etc. De que necessitam para darem o primeiro passo, de terem as vossas vidas atolhadas de problemas, para se aperceberem que não estão a fazer a coisa certa? É só avançarem e cumprirem com o vosso papel, com o qual se comprometeram bem antes de encarnarem, cada um está estrategicamente colocado num local onde há pessoas que necessitam de vocês. Como pensam que as coisas avançam se continuarem metidos nas vossas conchinhas? É o momento de acção vossa que tanto esperamos aqui para podermos avançar através de vós.

Nada de novo com vêem, tudo isto já foi dito das mais diversas formas. São vocês, meus queridos, que têm que dar o primeiro passo, de tentarem ser mais do que isso que pensam que são. O que esperam para nos darem as mãos, abrindo o vosso coração, abrindo-se à possibilidade de que tudo aconteça através de uma abertura cada vez maior de consciência, de uma mudança pacífica e amorosa das vossas vidas.

Tudo depende de vós, vocês sabem-no bem. Os milagres que vocês esperam podem acontecer, só pelo simples facto de tentarem, de tentarem a vossa mudança, de se abrirem à nossa ajuda, permitindo que tudo o que vos rodeie mude também.

Amamo-vos muito. Permitam-se tentar apenas!

Arc. Miguel canalizado por Acrosh


Mesmo que não lhe apeteça comentar então dê-me a sua opinião:


Como avalia este post que acabou de ler?


Excelente
Muito Bom
Bom
Razoavel
Sofrivel

4 comentários:

Magda Moita disse...

Mestre é aquele que espelha os seus ensinamentos.

Somos todos Mestres, somos divinos, somos luz. Lancemos mãos à obra, manifestemos a nossa energia amorosa. Qualquer que seja a pratica, não importa, usemos uma das nossas maiores aptidões, AMOR EM ACÇÃO.

Um abraço, amoroso

Magda

A Mónada disse...

Partilho inteiramente da tua opinião Magda.

Vamos a isto. AMOR EM ACÇÃO.

Abreijos de LUZ. ;-)

António Rosa disse...

Estive na palestra e adorei ouvir o Rodrigo, sobretudo numa fase em que me ando a escutar e ao meu corpo muito mais. Foi muito bom conhecer-te.

Estou completamente de acordo com o teu artigo. Parabéns.

Um abraço

António

Defensor disse...

Saudações
Edificar sempre...
Abraços